Lendas da China | Dragão Chinês

MATERIA-DRAGAO

A by Kamy está preparando para o mês de agosto, uma exposição sobre a arte contemporânea chinesa. Este evento tem o fundamento de mostrar o lado desconhecido e velado da China, mas até lá, vamos contar sobre alguns aspectos do folclore e da tradição chinesa! Uma verdadeira imersão no universo chinês!

O tema de hoje será Dragão, que significa LONG em chinês, símbolo mundialmente conhecido.

A princípio, o dragão era historicamente o símbolo do imperador da China na Dinastia Yuan, neste período, os cidadãos comuns eram proibidos de se associar com a imagem. O dragão ressurgiu nas bandeiras nacionais durante a Dinastia Qing, e vem sendo o símbolo poderoso do poder auspicioso do folclore e da arte na China.
Segundo a mitologia chinesa, este foi um dos quatro animais sagrados convocados por Pan Ku, o Deus criador, para participar na criação do mundo.

Diferente do dragão ocidental, ele é um misto de vários animais místicos: Olhos de tigre, corpo de serpente, patas de águia, chifres de veado, orelhas de boi, bigodes de carpa e etc.

Alguns significados deste símbolo: 

  • Representa a energia do fogo, que destrói, mas também permite o nascimento do novo;
  • Simboliza a sabedoria e o Império.

Este mito pode ser representado de várias formas: 

  • A mais comum é o dragão de 4 patas, cada uma com 4 dedos para frente e 1 para trás;
  • Dragão imperial carregando uma pérola numa das patas, chamada de Yoku pela antiga lenda chinesa – “dragão das águas marinhas”;
  • Dragão azul preside o leste, ou oriente.

Os dragões do oriente controlam a água nas nações de agricultura irrigada, já no ocidente, a imagem do dragão é retratada com fogo para mostrar o seu poder mítico.

Em Hong Kong, o dragão é a marca da cidade, sendo usado como símbolo para promovê-la internacionalmente.

O que representa as cores dos Dragões:

Azul: Augúrio do Verão

Vermelho e Negro: Dragões destas cores eram bestas ferozes cujas lutas causavam tempestades e outros desastres naturais.

Amarelo: Estes eram os mais afortunados e favoráveis dos dragões, não podiam ser domados, capturados ou mesmo mortos. Apenas apareciam em tempos apropriados e somente se houvesse uma perfeição à ser encontrada.

O Dragão e o império:

Diz a lenda que no fim de seu reino, o primeiro imperador Qin Shi Huang  se imortalizou em um dragão e que se assemelhava a seu emblema, e ascendeu aos céus. Desde que os chineses consideram Qin Shi Huang como seu antepassado, às vezes se denominam como “os descendentes do dragão”. Esta lenda contribuiu também para o uso do dragão chinês como um símbolo do poder imperial.

O dragão, principalmente os dragões amarelos ou dourados com as cinco garras em cada pé, eram um símbolo para o imperador em muitas dinastias chinesas. O trono imperial foi chamado de trono do dragão, era uma ofensa se os cidadãos usasem roupas com um símbolo de dragão. O dragão é caracterizado nas esculturas das escadarias de palácios e de túmulos imperiais, tais como a cidade proibida em Pequim.

Em algumas lendas chinesas, um imperador podia carregar uma marca de nascença na forma de um dragão. Por exemplo, uma lenda diz a narrativa de um camponês que trazia uma marca de nascença do dragão que eventualmente derrubou a dinastia existente e fundou uma nova, já a Imperatriz da China era frequentemente identificada com o Fenghuang.

Nomes dos 9 principais dragões: 

  • Tianlong (tiān lÒng: literalmente “Dragão do paraíso”), Dragão Celestial – O soberano dos dragões;
  • Shenlong (shén lóng: literalmente “espírito do dragão”), Dragão Espiritual – controla o tempo e tem que ser satisfeito, ou as condições de tempo ficam desastrosas;
  • Fucanglong , Dragão dos Tesouros Escondidos guardião de metais preciosos e de jóias enterrados na Terra;
  • Dilong , Dragão da Terra – controla os rios. consome a primavera no paraíso e o outono no mar;
  • Yinglong  Dragão Alado – acredita-se ser um poderoso empregado de Huang Di, o imperador amarelo, mais tarde imortalizado como um dragão;
  • Jiaolong , Dragão Chifrudo – considerado poderoso;
  • Panlong, Dragão Espiralado – mora nos lagos do Oriente;
  • Huanglong , Dragão Amarelo – um dragão sem chifre conhecido por sua sabedoria.
  • Rei Dragão, cada um governa sobre um dos quatro mares: do leste, do sul, do oeste, e do norte.

Dragão nas estrelas

O Dragon Azure – Qing Longo –   é considerado o primeiro dos quatro guardiãos celestiais, os outros três sendo o Zhu Que – (Pássaro Vermelho), Bai Hu – (tigre branco), Xuan Wu – (tartaruga preta – como criatura). Neste contexto, o dragão Azure é associado com o leste e o elemento da madeira.

O Dragão traz uma bagagem histórica incrível, não é mesmo?

Por isso, que a diretora criativa da marca, Francesca Alzati, se inspirou neste animal celestial para criar alguns de seus desenhos para coleção Pequim Style. A verdadeira combinação da beleza dos pratos milenares tecidos nos tapetes redondos.

Veja alguns modelos:

Tapete Pequim Style Red Dragon,

Tapete Pequim Style Red Dragon, feito a mão em lã na China, com 1.50 metro de diâmetro

Tapete Pequim Style Fire Dragon, feito a mão em lã na China

Tapete Pequim Style Fire Dragon, feito a mão em lã na China, medindo 4.00 m x 1.50 m

Tapete Pequim Style Imperial Dragon

Tapete Pequim Style Imperial Dragon, feito a mão em lã na China, com 2.00 metros de diâmetro

Gostou!? Venha conferir no DesignWeekend, de 14 a 18 de Agosto, na nossa loja, by Kamy Maison, sera um prazer recebe-lo!!!

Temos certeza que a China vai te surpreender.

Fonte: Wikipédia
Local da Exposição:
by Kamy Maison:
Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1147 – Jd. Paulistano – São Paulo – SP

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>